Revista Sinuosa

Arquivo da categoria: Tradução

Flores para Hitler

Leonard Norman Cohen é famoso. Mundialmente famoso, eu diria. Por conta de sua música – transitando entre o rock, o pop e o folk, indo de uma lírica sublime até … Continuar lendo

24 de abril de 2013 · Deixe um comentário

viagens longas demais, poema de pierre reverdy

Em função de nosso evento de preparação para publicação da Revista Sinuosa, apresento aqui um texto traduzido de Pierre Reverdy (1889-1960), poeta francês cuja obra era semelhante à estética surrealista. … Continuar lendo

11 de janeiro de 2013 · Deixe um comentário

Yona Wallach: sexo e filactérios na Terra Santa

Yona Wallach nasceu em Tel Aviv, em 1944. Ainda antes do Estado de Israel exisitr, enquanto aquela área era o Mandado Britânico da Palestina. Nessa Tel Aviv que, em sua … Continuar lendo

10 de dezembro de 2012 · Deixe um comentário

A poesia judaica de Paul Celan

Paul Antschel, mais conhecido como Paul Celan, foi um dos mais importantes poetas de língua alemã do século XX. Suas origens, no entanto, situam-se distantes do que hoje é a … Continuar lendo

5 de dezembro de 2012 · Deixe um comentário

Por traduções dissidentes

Não consigo lembrar de nenhum prosador brasileiro, vivo e na ativa, de cuja obra eu realmente goste. Parece-me que falta algo, que todos ainda perseguem uma noção de literatura que … Continuar lendo

23 de outubro de 2012 · 3 Comentários

Richard Brautigan no Brasil: a tradução entre o erudito e o popular

Em junho de 1991, a pequena editora Marco Zero lançava sua edição brasileira de Trout fishing in America, romance publicado pelo americano Richard Brautigan (1935-1984) em 1967. O título escolhido … Continuar lendo

22 de outubro de 2012 · Deixe um comentário

Paranoia e Mágoa: a poesia de Nelly Sachs

Nelly Sachs (1891 – 1970) foi uma poeta judia-alemã, sobrevivente da Shoah. A peculiaridade de sua condição, porém é que ela escapou antes que qualquer coisa lhe acontecesse: em 1940, … Continuar lendo

5 de agosto de 2012 · Deixe um comentário

Não há originalidade.

Osvaldo Lamborghini é um dos prosadores mais interessantes da Argentina. Autor de contos como ‘El niño proletário’, uma das poucas coisas que eu li e conseguiu me deixar abalado pela … Continuar lendo

5 de julho de 2012 · Deixe um comentário

Poesia e genocídio: Dois crimes de Radovan Karadžić

Radovan Karadžić não publica mais nenhum livro de poemas desde 2005. Desde 2008 está, certamente, bastante ocupado defendendo-se no tribunal de Haia – acusado de ser uma das mentes por … Continuar lendo

4 de junho de 2012 · Deixe um comentário

destruir, diz ela: um romance, um filme e uma possível tradução

Além de ser uma reconhecida romancista, Marguerite Duras (1914-1996) também escrevia para o teatro e o cinema e dirigia filmes. Seu primeiro roteiro foi o do clássico de Alain Resnais, … Continuar lendo

3 de junho de 2012 · Deixe um comentário
Anúncios