Revista Sinuosa

A poesia judaica de Paul Celan

Paul Antschel, mais conhecido como Paul Celan, foi um dos mais importantes poetas de língua alemã do século XX. Suas origens, no entanto, situam-se distantes do que hoje é a … Continuar lendo

5 de dezembro de 2012 · Deixe um comentário

Por traduções dissidentes

Não consigo lembrar de nenhum prosador brasileiro, vivo e na ativa, de cuja obra eu realmente goste. Parece-me que falta algo, que todos ainda perseguem uma noção de literatura que … Continuar lendo

23 de outubro de 2012 · 3 Comentários

Richard Brautigan no Brasil: a tradução entre o erudito e o popular

Em junho de 1991, a pequena editora Marco Zero lançava sua edição brasileira de Trout fishing in America, romance publicado pelo americano Richard Brautigan (1935-1984) em 1967. O título escolhido … Continuar lendo

22 de outubro de 2012 · Deixe um comentário

A revolução e o calvário: o efêmero e o eterno em Recordações da Casa Amarela

Já há muito tenho desejado escrever algo sobre João César Monteiro. Só não sabia o quê e muito menos como. De qualquer forma, o nome do diretor português é recorrente … Continuar lendo

16 de setembro de 2012 · 1 comentário

Sally Mann: transições e restos

“No Fim de Partida, de Samuel Beckett, o louco Hamm está na janela apreciando a bela vista da praia, mas só consegue ver cinzas. Seu amigo implora que ele olhe … Continuar lendo

13 de setembro de 2012 · Deixe um comentário

Paranoia e Mágoa: a poesia de Nelly Sachs

Nelly Sachs (1891 – 1970) foi uma poeta judia-alemã, sobrevivente da Shoah. A peculiaridade de sua condição, porém é que ela escapou antes que qualquer coisa lhe acontecesse: em 1940, … Continuar lendo

5 de agosto de 2012 · Deixe um comentário

uma pequena nota sobre arquitetura brutalista (e muito além disso)

[outro nome possível para este post poderia ser: “como sou chato em relação à preservação de toda a experiência artística, em especial de obras brutalistas”] Antes de tudo, vale uma … Continuar lendo

2 de agosto de 2012 · 1 comentário

Como um punk defendeu a Croácia (notas sobre o Satã da Panônia).

São incertas as circunstâncias da morte de Ivica Culjak, soldado da Guarda Nacional Croata – que mais tarde se transformaria no exército nacional da Croácia. Sabe-se que foi em 1992, … Continuar lendo

12 de julho de 2012 · Deixe um comentário

Maturidade

“Nessa galáxia, existe a probabilidade matemática de três milhões de planetas como a Terra. E em todo o universo , três milhões delas, em milhões de galáxias como essa. Mas … Continuar lendo

7 de julho de 2012 · Deixe um comentário

todos os poemas até ontem (ou Gerrit Komrij póstumo)

Gerrit Komrij, até ontem, foi um dos mais conceituados poetas holandeses vivos. Hoje já não vive. Faleceu em Portugal, onde residia há alguns anos numa aldeia relativamente pequena, voluntariamente exilado. … Continuar lendo

6 de julho de 2012 · 1 comentário